Blog 26/06/2018

Territórios da Rede de Apoio à Educação organizam suas ações para o segundo semestre e definem participação no III Encontro Nacional de Câmaras Técnicas em agosto, na Paraíba

Os municípios que integram a Rede de Apoio à Educação (RAE) se reuniram no mês de junho para compartilhar os resultados do trabalho de seus Comitês Gestores para execução de suas ações prioritárias no segundo semestre, definidas com base em seus planos de ação regionais elaborados de maneira colaborativa. Nesses encontros, os gestores educacionais também receberam o convite dos representantes da Rede de Consórcios Intermunicipais de Educação para participarem de um encontro nacional que acontecerá entre os dias 8 e 10 de agosto, em João Pessoa (PB).

O secretário executivo da Câmara Técnica de Educação do Consórcio Intermunicipal de Gestão Pública Integrada nos municípios do baixo Rio Paraíba (COGIVA), José Aderaldo Elias da Silva, e o secretário de Educação de Juripiranga (PB), Rodrigo Cavalcanti, explicaram que um dos objetivos do evento é ampliar o número de integrantes da Rede para enriquecer a troca de experiências no território nacional e os debates sobre educação e regimes de colaboração.Atualmente, a Rede é formada pela AMVAPA e pelo CIVAP, ambos localizados no Vale do Paranapanema (SP), pelo CODIVAR, no Vale do Ribeira (SP), e pelo COGIVA, no baixo Rio Paraíba (PB).

Reuniões de planejamento – O encontro entre os municípios do Litoral Sul da Bahia, realizado no dia 19 de junho,aprofundou o debate sobre a política de reserva técnica, que trata do período que os educadores devem destinar ao planejamento e à formação. Está marcado para agosto um Fórum regional que debaterá esse tema. O evento contou com o apoio da Associação dos Municípios da Região Cacaueira (Amurc) e do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável Litoral Sul, além da participação da Pró-reitoria de Extensão da Uesc, da COGIVA, da Oficina Municipal e do Instituto Arapyaú. Os participantes também discutiram os avanços no funcionamento da Câmara Técnica de Educação nessa região.

No dia 28, por sua vez, os representantes do Noroeste Paulista definiram o conteúdo do primeiro módulo do Laboratório de Mudanças destinado a gestores escolares e professores dos municípios. Três gestores (diretores e coordenadores das redes municipais) de cada município poderão participar da iniciativa, que irá abordar temas relacionados à autogestão educacional e gestão de pessoas na aprendizagem, tomando como pilar metodológico a Teoria da Atividade de Lev Vygotsky. Os responsáveis pela mediação do laboratório serão formadores dos próprios municípios que foram indicados ou que se disponibilizaram a compartilhar seus conhecimentos com os gestores.  Serão realizados quatro encontros ao longo do semestre entre os meses de agosto e novembro.

Já o encontro dos representantes dos municípios do Baixo Sul baiano ocorrerá no próximo dia 4 de julho. A pauta prevê o compartilhamento das informações dos diagnósticos sobre a formação docente realizados em cada município e a prospecção de instituições de ensino que poderão ser parceiros na realização de ciclos de formação continuada dos professores e supervisores das redes municipais de ensino.