Blog 20/01/2020

Precisamos fazer a alfabetização acontecer: queremos que todas as crianças sejam alfabetizadas até os sete anos de idade

Habilidades essenciais como identificar palavras, ler e interpretar textos são um imenso desafio para muitas crianças. O que talvez você esteja fazendo agora com facilidade, cerca de 13 milhões de jovens e adultos brasileiros não tiveram a oportunidade de aprender.

A situação da alfabetização no Brasil é alarmante: vivemos em um país que mais de 50% das crianças, isto é, mais de 1 milhão de pessoas, terminam o 3º ano do Ensino Fundamental sem estarem plenamente alfabetizadas, ou seja, não apresentam a proficiência esperada em leitura, escrita e matemática.  Os dados da Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA 2016) indicam que 54% das crianças não possuem o conhecimento necessário em matemática e 55% apresentam níveis insuficientes de leitura.

Esses dados e, mais que isso, essa realidade causa grande desigualdade social e é por isso que o Instituto Natura tem o compromisso e irá atuar intensamente na esfera pública, contando com diversos parceiros e organizações do terceiro setor, para assegurar que todas as crianças sejam alfabetizadas no tempo certo. O ideal é que sejam alfabetizadas até os 7 anos de idade, ao completarem o 2º ano do Ensino Fundamental.

Cinco estados brasileiros já estão engajados nessa causa e têm o Ceará como referência na questão da alfabetização, pois, através do Programa de Alfabetização na Idade Certa (PAIC), ele saiu da 18ª colocação no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) dos anos iniciais do ensino fundamental, em 2005, para a 5ª colocação em 2017.

Entre esses estados, Pernambuco lançou o Programa Criança Alfabetizada, Sergipe lançou o Alfabetizar pra Valer, Amapá o Colabora Amapá, Espírito Santo o Pacto pela Aprendizagem no Espírito Santo (PAES) e o Paraná o Educa Juntos. O Instituto Natura, juntamente com a Fundação Lemman e a Associação Bem Comum, são apoiadores nesses programas.

Conscientizar-se dessa realidade é o primeiro passo, que estamos fazendo juntos. É preciso falar sobre educação pública de qualidade, que cria oportunidades e consegue diminuir as desigualdades. Vamos colocar a educação no centro da discussão, pois, assim, os Programas de Alfabetização em Regime de Colaboração (PARCs) podem alcançar mais estados e municípios em 2020. Todos somos responsáveis por um Brasil em que todas as crianças são alfabetizadas no tempo certo.